05/10/2021 às 23:33 Câncer de Mama

Você tem observado suas mamas? 

32
2min de leitura

Você tem observado suas mamas? 

Ao longo da história, esse assunto foi considerado tabu, dificultando o acesso à informação e à conscientização a respeito do câncer de mama. 

O câncer de mama é o segundo tipo de câncer que mais acomete as mulheres brasileiras, chegando a representar em torno de 20,9% de todos os cânceres que afetam o sexo feminino.

A boa notícia é que quanto mais cedo o tumor é detectado e tratado, maior a chance de cura. Para isso, é fundamental a realização de exames de imagem visando o diagnóstico precoce. 

Segundo o Ministério da Saúde, o rastreamento deve ocorrer entre 50 a 69 anos, a cada dois anos. Porém, estudos e a prática clínica apontam que existe uma redução na mortalidade se for realizado a partir dos 40 anos anualmente e/ou conforme indicação médica. 

Diferente do que muitos imaginam, homens também tem tecido mamário e, logo, podem ter câncer de mama. 

Diversos fatores estão relacionados ao risco de desenvolver a doença. São eles: idade, história reprodutiva, fatores genéticos e ambientais.

A história reprodutiva está associada principalmente ao estrogênio, quanto maior a sua exposição, maior o risco.

O câncer de mama de caráter hereditário corresponde a apenas 5% a 10% do total de casos, sendo os genes BRCA 1 e BRCA 2 os mais comuns. 

Mulheres que possuem vários casos de câncer de mama e/ou pelo menos um caso de câncer de ovário em parentes consanguíneos, especialmente em idade jovem, ou câncer de mama em homem também em parente consanguíneo, podem ter predisposição hereditária e são consideradas de risco elevado para a doença.

Dentre os fatores ambientais estão a ingestão de bebidas alcoólicas, sobrepeso e obesidade, sedentarismo e exposição à radiação ionizante. 

Atividade física, hábitos alimentares saudáveis e amamentação são alguns dos fatores de proteção.

O Outubro Rosa, mundialmente conhecido como o mês da prevenção e conscientização da doença, vem para nos lembrar, em meio a uma geração com tantos estímulos, sobre a importância de atendermos nossas necessidades físicas e emocionais.

Você é o único responsável por dar a si o cuidado que o seu corpo merece.

Dra. Gabriela Duarte


Dra. Gabriela Duarte

Médica Radiologista - Titular CBR

Instagram: @dra.gabrieladuarte

Imagens: Sofia Cartaxo

Instagram: @sofiarcartaxo






05 Out 2021

Você tem observado suas mamas? 

Comentar
Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Copiar URL

Tags

câncer de mama IBA Instituto Buquê de Amor mamas

Quem viu também curtiu

03 de Out de 2021

SOBRE O LUTO E AS MUDANÇAS COM O ADOECIMENTO

02 de Mar de 2022

REDE DE APOIO EM PACIENTES ONCOLÓGICOS PÓS ALTA